Ileides Muller

Dormi semente, acordei flor. É dia de poesia!

Textos


CHUVA

O caule do vento
balançava-se
pra lá, pra cá
pra lá, pra cá...
Até derrubar a nuvem
que caiu
chorando.


(Do livro: Poemas para fim de tarde)
Ileides Muller
Enviado por Ileides Muller em 12/08/2015
Alterado em 02/11/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar a autoria: Ileides Muller). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras