Ileides Muller

Feliz é o poeta que traduz a vida e reinventa a rotina.

Textos


VERSO POENTE


Há sombra na vidraça
da janela existencial.
Esperança em espera
nos ecos de abismos.

Ao longe,
um sino plangente anuncia
a Ave-Maria.

Esquecida nos alfarrábios,
flor antiga
ainda sangra saudade.

Qual andorinha
voando alhures pela tarde morta,
um verso poente
procura poeta para dormir.
Ileides Muller
Enviado por Ileides Muller em 06/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar a autoria: Ileides Muller.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras