Ileides Muller

Dormi semente, acordei flor. É dia de poesia!

Textos


Ilusão transborda a taça-poema,
versos recriam momentos não vividos.
Vigílias despertam palavras acesas
sob as cinzas do silêncio.
insone
bebe
uma
dose
de nostalgia.
Um brinde ao amor?


(Do livro ENTRELINHAS, p. 67)
Ileides Muller
Enviado por Ileides Muller em 18/02/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar a autoria: Ileides Muller.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras