Ileides Muller

Feliz é o poeta que traduz a vida e reinventa a rotina.

Textos



PLANTAÇÃO

Se eu fosse barro
chão bruto seria.
Mastigaria sementes
para ouvir a floração.
Barro que não sou.
Fico aqui
plantando versos ressequidos
queimados de sol
que nem sei
se um dia florirão.
Ileides Muller
Enviado por Ileides Muller em 02/03/2018
Alterado em 02/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar a autoria: Ileides Muller.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras