Ileides Muller

Dormi semente, acordei flor. É dia de poesia!

Textos


AS FLORES DOS IPÊS


Nos canteiros da urbe, ipês floridos
com flores brancas, rosas e amarelas
despertam os olhares distraídos.
Poemas e canções em aquarelas.

Os pássaros, em grandes alaridos,
abrigam-se no fio das arandelas,
e as flores com seus mantos coloridos
matizam as sombrias passarelas.

Tão breve, mas intensa é a floração:
derrama-se em beleza e sedução
e acaba. Os seus dias se cumpriram.

Tal qual a brevidade dessas flores,
há paixões, amizades e há amores
que valem pelo tempo que existiram.
Ileides Muller
Enviado por Ileides Muller em 09/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar a autoria: Ileides Muller.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras